terça-feira, 16 de agosto de 2011

Escola da Vida

Escola da Vida

(dedicado este poema a Paulo)

Estou aqui lutando

Para ser feliz e capaz

Ao mesmo tempo

Para não sofrer desenganos

Para dar uma segunda chance

Ao destino

E para me desprender

Da luxuria, do pessimismo

E da aflição.

Mas nem tudo é fácil

Ou previsível

E a qualquer momento

Posso ser reprovada

Pela escola da Vida.

O difícil não é aprender,

Decorar a lição é fácil...

O difícil é aplicar o que se

Aprendeu em sala de aula

Sem ser reprovado

Nas lições do dia-a-dia.

Até quando vou ser avaliada

Para conseguir colocar em prática

Tudo aquilo que aprendi

Sem falhar na Escola

Da Vida?

Por que sempre temos

Que reaprender, reaprender,

Reaprender aquilo que já

Sabemos de cor e salteado

Mas a Escola da Vida

Insiste em nos reensinar?

Por que não posso seguir

A lição do modo que quero

E bem entendo? Heim

Vida? Por que??

Karina Aldrighis



Nenhum comentário:

Postar um comentário